O mundo e a corporação

Vídeo: Millennials buscam estabilidade

Estudo da Deloitte aponta que, diante de um cenário turbulento, jovens profissionais estão menos propensos a mudarem de emprego.

Abril-Junho | 2017

Em meio a um cenário político, econômico e social incerto em todo o mundo – pontuado por movimentações globais recentes como atentados terroristas na Europa, Brexit e medidas protecionistas nos Estados Unidos –, os jovens profissionais, conhecidos como millennials, estão mais preocupados em relação às suas perspectivas futuras.

É o que indica a sexta edição do relatório anual “Millennial Survey”, conduzido pela Deloitte. Na edição de 2017 da pesquisa, 38% dos millennials entrevistados indicaram querer deixar o seu trabalho em até dois anos. No ano anterior, 44% dos participantes do estudo expressaram essa vontade.

A amostra do Brasil, assim como de outros países emergentes, apresentou na pesquisa um nível de otimismo maior do que os países desenvolvidos, apesar da crise econômica local, que impactou fortemente essa geração nos últimos anos. Se, na média global, 45% dos millnennials disseram esperar uma melhora econômica, no Brasil, 72% dos jovens entrevistados têm esta expectativa.

Renata Muramoto, sócia que lidera a área de Talent no Brasil, apresenta os destaques da pesquisa “The 2017 Deloitte Millennial Survey”

Acesse o conteúdo do relatório “The 2017 Deloitte Millennial Survey” na íntegra.